Noiserv . Almost Visible Orchestra

Orquestras para quê?

Foi há oito anos que David Santos decidiu que noiserv poderia exaltar a sua criatividade duma forma independente.

One Hundred Miles from Thoughtlessness apresentou-nos uma versão minimal de como executar emotividade e intensidade exemplarmente, bem representadas em temas como Consolation Prize ou Bullets On Parade, Download ou Bontempi, sempre timbradas pela delicadeza que David Santos.

Felizmente para nós, noiserv afirmou-se, fixou-se no panorama musical português, mesmo longe de playlists radiofónicas, mas perto de quem interessa. Almost Visible Orchestra é a certeza de uma confirmação, e isso deve-se exactamente à sua criatividade independente, longe de labels, ausente de pressões e que facilmente se aproximam dos ouvidos pré-formatados.

O conceito já todos conhecemos, samples, brinquedos, quinquilharia e temos arte.

A.V.O. abre com ‘this is the place where trains are going to sleep at night’ e rapidamente nos deixamos embalar na sonoridade emitida pelos pequenos objectos e ficamos hipnotizados pelo timbre de David Santos gerando uma harmonia perfeita entre música e voz, que continua em ’today is the same as yesterday, but yesterday is not today’ ,tema de lançamento de A.V.O., e que expõe David Santos da forma mais natural e encantadora possível.

A utilização dos seus “brinquedos” ganha identidade em ‘I’m not afraid of what I can’t do’ e em ’47 seconds are enough if you only have one thing to do’, encorpando os temas e gerando um sentimento de aconchego.

Em ‘I was trying to sleep when everyone woke up’ David Santos larga o seu isolamento enquanto músico e é acompanhado por Luísa Sobral, Rita Redshoes, Francisca Cortesão, Luís Nunes, Esperi, Afonso Cabral e Salvador Menezes, num verdadeiro “you’ll never walk alone” elevado ao seu expoente máximo de conforto gerado pela envolvência criada e reflectida.

Apesar da sua simplicidade, A.V.O. é um disco intenso, caminhando por emoções fortes, sentimentos perdidos e humanidades complexas que David Santos disseca com astúcia.

O único ponto negativo de A.V.O. é a sua reduzida duração, apenas 30 minutos, separados por 10 faixas de títulos longos que prejudica a nossa memória para os decorar, mas que ficam no ouvido à primeira escuta.

9/10

Previous post
Lorde . Pure Heroin
Next post
Pearl Jam . Lightning Bolt
Back
SHARE

Noiserv . Almost Visible Orchestra