Panda Bear . Panda Bear Meets the Grim Reaper

Não sendo um aspecto negativo, a veia melódica de Noah Lennox manteve-se muito tempo escondida enquanto músico em regime de exclusividade dos Animal Collective. No entanto, com alguns discos de Panda Bear, verifica-se que Lennox há muito deveria ter arriscado neste projecto.

Panda Bear Meets The Grim Reaper é um disco repleto de ambientes melódicos que servem de assinatura a Noah Lennox. Comparando com Tomboy, este trabalho é um tanto ou quanto mais cativante na sua musicalidade, onde encontra temas como Mr. Noah e Come to Your Senses que nos deixam preparados para dançar e viver o disco de outra forma. Butcher, Baker, Candlestick Maker leva-nos descontraidamente às melodias mais jovens que o próprio título do tema nos endossa, enquanto que Selfish Gene é um claro reviver de Brother Sport dos Animal Colective.

Temas como Tropic of Cancer e Lonely Wanderer reduzem a velocidade do disco, sendo que no primeiro somos estagnados pela melodiosa voz de Lennox açucarada por uma harpa e no segundo, o músico é acompanha um suave piano e uns sublimes efeitos electrónicos.

Analisando globalmente Panda Bear Meets the Grim Reaper, sentimos a capacidade de Noah Lennox para criar ambientes melodiosos e dançáveis, contrapondo o caos que por vezes sentimos nos discos de Animal Collective.

8/10

Previous post
Gisela João @ Coliseu do Porto
Next post
Mark Ronson . Uptown Special
Back
SHARE

Panda Bear . Panda Bear Meets the Grim Reaper